CENTRAL DE ATENDIMENTO

0800 8830113

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

De segunda a sexta-feira, das 08h às 14h ligações realizadas a partir de telefones fixos

Menu

Notícias

Início » Integração e planejamento para habitação de interesse social

Integração e planejamento para habitação de interesse social

Evento deu início a ciclo de debates para discutir o instrumento urbanístico

O CAU/PE deu início, na noite da segunda-feira (13), ao ciclo de debates sobre o Plano Diretor do Recife com uma discussão sobre Habitação de Interesse Social. Uma plateia atenta e participativa, no auditório do Porto Digital, discutiu aspectos como financiamento, legislação, integração institucional, perspectiva metropolitana e planejamento urbano. Os participantes podem avaliar o evento por meio deste link.

“O CAU/PE tem o papel de trazer à luz os temas que merecem ser discutidos. O Plano Diretor só terá sucesso se tiver um pouco das ideias de cada um”, pontuou o presidente da entidade, Rafael Amaral Tenório, que mediou as apresentações da advogada Íris Souto Maior (OAB/PE), os arquitetos e urbanistas Paulo Roberto Barros e Silva (Redeprocidade), Norah Neves (URB) e o conselheiro federal por Pernambuco Roberto Salomão (CAU/BR).

A urgência do enfrentamento à questão da moradia foi enfatizada pelos participantes. “O que vemos agora é o não urbanismo, é uma emergência social. Falta olhar a cidade por inteiro”, defendeu Paulo Roberto Barros. No aspecto jurídico, a advogada Íris Souto Maior lembrou que os operadores do direito precisam estar sempre lembrados da função social da propriedade e da cidade.

Representando a Prefeitura do Recife, a arquiteta e urbanista Norah Neves ressaltou o papel das Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS). “Muito ainda precisa ser feito, mas elas garantem a permanência da população em seus territórios”, afirmou. Para o conselheiro federal por Roberto Salomão, o desafio inclui fortalecer a Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social (ATHIS), que tem sido uma pauta nacional do Conselho.

O ciclo de debates s obre o Plano Diretor do Recife tem continuidade no dia 20, quando serão abordados “Novos padrões urbanísticos para uma cidade sustentável”. A entidade também desenvolve coleta de sugestões do público e de entidades, compiladas e encaminhadas à Prefeitura do Recife, como contribuição do Conselho ao processo de revisão do Plano Diretor.

Participativo, público incluiu arquitetos, engenheiros, advogados, entre outros profissionais

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
Olá!